///Bancada de transferência de calor de casco e tubos – MD038

Bancada de transferência de calor de casco e tubos – MD038

Descrição

MD038 – BANCADA DE TROCADOR DE CALOR DE CASCO E TUBOS
Modelos: AG – AE – AES

Dos objetivos didáticos

Este módulo didático foi concebido e projetado para estudos de transferência de calor e quantidade de movimento em trocador de casco e tubos de único passe. O casco é feito em material transparente, possibilitando a visualização dos tubos internos de inox. O casco é encamisado, também com material transparente, permitindo a realização do isolamento térmico por vácuo. Para a variação da temperatura do fluido quente o modelo AG utiliza um aquecedor a gás e painel de indicadores de temperatura; o modelo AE utiliza um aquecedor elétrico e painel de indicadores de temperatura; o modelo AES utiliza um aquecedor elétrico e painel com sistema supervisório de comandos, contendo interface IHM com tela touch . Este módulo didático permite a operação em configuração co-corrente (paralelo) e contracorrente, por um conjunto de válvulas de bloqueio manual nos modelos AG e AE, ou válvulas elétricas comandadas pelo supervisório, no modelo AES. As variações das vazões nas entradas dos fluidos quente e frio são feitas por válvulas de regulagem manual e por medidor tipo rotâmetro. Nos modelos AE e AES as bancadas podem operar com circuito aberto de água quente (CAAQ) ou com circuito fechado para reciclo de água quente (CFAQ). Os objetivos didáticos deste experimento são:

  • Determinar os coeficientes globais de troca de calor (U), as eficiências de troca térmica (Ef) e as quantidades de calor (qt) trocado (recebidos e cedidos) pelos fluidos frio e quente, para configuração de escoamento em co-corrente (paralelo), em várias condições de vazão de água quente e fria;
  • Determinar os coeficientes globais de troca de calor (U), as eficiências de troca térmica (Ef) e as quantidades de calor (qt) trocado (recebidos e cedidos) pelos fluidos frio e quente, para configuração de escoamento em concorrente, em várias condições de vazão de água quente e fria;
    Comparar cada uma das variáveis: coeficientes convectivos globais, eficiências de troca térmica e quantidades de calor trocado nas duas configurações de escoamentos, ou seja, em co-corrente e contracorrente, comparando, também, com as correlações da literatura;
  • Avaliar as perdas térmicas para o ambiente, ocorridas em cada condição de operação utilizada e utilizando-se ou não o isolamento térmico à vácuo.

Entidades que já possuem esta bancada
UNIFESSPA