/, Inovação, Tecnologia/Lançado o primeiro telefone inteligente de identificação e detecção molecular do mundo

Lançado o primeiro telefone inteligente de identificação e detecção molecular do mundo

O sensor escaneia líquidos e alimentos, medicamentos e até medidas corporais

Na maior e mais importante feira de tecnologia, a CES 2017, sempre surgem inovações tecnológicas. E neste ano não foi diferente. Foi lançado o primeiro smartphone com sensor molecular óptico SCiO, o Changhong H2, que pode trazer grandes benefícios para as pessoas.

Seu diferencial é um sensor molecular não-intrusivo e sem toque que envia radiação infravermelho para os objetos e obtém, através da absorção da luz refletida, a impressão digital molecular dos objetos.

O sensor, desenvolvido em parceria com a ADI e a Consumer Physics, escaneia líquidos e alimentos, medicamentos e até medidas corporais. Porém, o sensor ainda não funciona em qualquer objeto. Isso porque desenvolvedores precisam criar aplicativos que detectem composições químicas específicas.

Um aplicativo que já pode ser usado, por exemplo, mede a quantidade de açúcar que há em uma fruta. Então, os consumidores poderão selecionar as melhores frutas e legumes, descobrir informações nutricionais e ainda verificar a autenticidade de vários tipos de produtos. Para usá-lo, basta apontar o smartphone para a fruta e iniciar a análise.

Outro aplicativo informa qual é a porcentagem de gordura corporal de um usuário. A pessoa só precisa mirar o sensor nos bíceps que o aplicativo irá dizer se ela está acima ou abaixo da média no quesito gordura. Há ainda outro aplicativo que detecta quando uma pílula de Viagra é verdadeira ou falsa.

O escaneamento só leva alguns instantes, e os aplicativos possuem interfaces fáceis de usar que fazem com que o sensor seja rápido e fácil. Dá para verificar o quão doce é uma maçã, por exemplo, e o telefone também exibiu um grande ponto de exclamação vermelho quando eu digitalizei uma pílula falsa. E medir meu IMC levou apenas alguns segundos depois que eu liguei minhas informações de altura, peso e idade.

Enquanto o conceito de digitalização é bastante legal, não leve tudo tão à risca. Não há um método perfeito para determinar a gordura corporal sem um médico presencial em um laboratório (o método padrão de medição). Medicamentos falsificados também são um problema sério, e você deve evitar tomar qualquer lote de comprimidos se suspeitar de sua autenticidade de qualquer maneira, independentemente do que um sensor diga.

Essa tecnologia era uma das inovações que a IBM apontava para os próximos cinco anos. Mas deve chegar ao mercado ainda em 2017. O Changhong H2 tem tela de 6 polegadas, bateria de 3.000 mAh e sensor de impressões digitais. Por enquanto, ele está disponível apenas na China. Preço e disponibilidade para outros países não foram divulgados.

Veja o Changhong H2 em ação:

Por | 2017-06-30T16:45:19+00:00 julho 27th, 2017|Ciência, Inovação, Tecnologia|0 Comentários

Sobre o Autor:

A ECO Educacional foi criada em 2006 com o objetivo de desenvolver e fornecer equipamentos didáticos e periféricos, implantar infraestrutura em laboratórios e realizar cursos laboratoriais.

Atuamos em instituições privadas ou públicas de ensino técnico ou superior que ministrem disciplinas experimentais, laboratórios e centros de pesquisa.

Deixe um Comentário