Na escola, aprendemos que a água tem três estados: sólido, líquido e gasoso, mas cientistas do Laboratório Nacional de Oak Ridge, nos Estados Unidos, acabaram de descobrir um quarto estado da água que nem a ciência explica.

Observando moléculas de H2O aprisionadas em um mineral chamado berilo, que compõe as esmeraldas, os cientistas perceberam que a água se espalha em canais minúsculos que formam pequenas jaulas onde é mantida em condições de extrema pressão. Nessa circunstância, a molécula de água não assume propriedades de sólido, nem de gás, nem de líquido, adotando um comportamento que não faz sentido de acordo com a física clássica.

Dentro das suas jaulas, as moléculas formam aneis estranhos, e o hidrogênio dentro de cada uma assumia seis posições diferentes ao mesmo tempo. Embora não exista nenhuma situação em nosso dia a dia que possa se comparar ao fenômeno, este quarto estado físico da água pode mudar a forma como pensamos no transporte desta substância dentro de ambientes pequenos e apertados, como nanotubos de carbono e até as membranas das nossas próprias células.

Fonte