Os açúcares são uma classe de substâncias químicas cuja fórmula geral (para muitos deles) é Cn (H2O)n.

A forma mais comum de açúcar consiste em sacarose no estado sólido e cristalino. É usado para alterar (adoçar) o gosto de bebidas e alimentos.

A sacarose, mais conhecida como açúcar mascavo (açúcar comum), é produzida comercialmente a partir de cana-de-açúcar ou de beterraba.

Outros tipos de açúcar:
Oses ou monossacarídeos: normalmente têm um sabor adocicado, os monossacarídeos não sofrem hidrólise, isto é, não reagem com água. Alguns exemplos desse tipo de açúcar são a glicose (aldoexose) e frutose (cetoexose).

Osídeos: São os açúcares hidrolisáveis. Podem ser dissacarídeos (sacarose, lactose, maltose, celobiose, etc.) ou polissacarídeos (amido, glicogênio e celulose).

Dissacarídeos: sofrem hidrólise produzindo duas moléculas de monossacarídeos, exemplos: sacarose, lactose ou maltose.

Exemplo: C12H22O11 + H2O → C6H126 + C6H12O6
Sacarose                        Glicose        Frutose

Polissacarídeos: sofrem hidrólise produzindo grande quantidade de moléculas de monossacarídeos. Normalmente ocorrem no talo e folhas vegetais e nas camadas externas de revestimento de grãos.

Exemplo: (C6H10O5)n + nH2O → n C6H12O6  – Obtenção industrial da glicose
Amido ou glicose Celulose.

Fonte