/, Invenção, Sem categoria, Sustentabilidade, Tecnologia/Pedalar em SP pode render prêmios!

Pedalar em SP pode render prêmios!

De acordo com a matéria da EXAME, em São Paulo, pedalar até o trabalho ou mesmo por esporte pode render ingressos para o cinema, pares de tênis, roupas esportivas, folgas e até viagens. Mas afinal, como isso funciona? Algumas empresas estão adotando a “fiscalização” por aplicativo, para calcular quantos quilômetros seus funcionários andam de bike.

 

Lançado em janeiro, o Bora Bike, antigo Bike da Firma, impõe metas aos funcionários. “O aplicativo faz do ato de pedalar um jogo. São criados desafios dentro do cenário urbano para aguçar a competitividade entre os participantes, já que a busca pelos prêmios acaba sendo a grande motivação para essa mudança de atitude”, explica a ciclista Fabia Barbieri, sócia-fundadora da ferramenta.

 

Nos sete primeiros meses de funcionamento, o aplicativo já cadastrou 1.353 ciclistas, que trabalham em 18 empresas da capital. Juntos, eles alcançaram 8.784 pedaladas. As estatísticas mostram ainda que o pico da atividade ocorre exatamente nos horários de pico do trânsito, ou seja, das 7h às 9h, durante a manhã, e das 17h às 19h, no período da tarde.

 

Na agência Netza, esse sistema de premiação já existe a dois anos. Higor Magno, de 27 anos, pedala cerca de 30 minutos por dia. “É muito legal participar e bater as metas para passar os colegas na pontuação. Ganhei ingressos para o cinema e desconto na compra de um tênis. Já era apaixonado por bicicleta antes, mas para os novatos isso pode fazer a diferença”, afirma.

 

O auditor André Luiz Almeida, de 30 anos, também foi premiado. Ele venceu um desafio criado durante a Olimpíada do Rio pela administradora do condomínio onde trabalha, na Avenida Brigadeiro Faria Lima, na zona sul. “Ganhava quem acumulasse mais quilômetros pedalados. Fiz 688”, comemora.

 

Outros tipos de aplicativo, como os que calculam rotas, deverão ser credenciados no ano que vem pela Prefeitura para fiscalizar paulistanos que aceitarem trocar o carro ou o ônibus pela bicicleta. Com a aprovação em definitivo do projeto de lei que propõe recompensar financeiramente o ciclista, a ferramenta passará a ser indispensável para a definição dos créditos a que cada um terá direito.

 

 

 

Por | 2016-10-03T11:00:40+00:00 outubro 3rd, 2016|Inovação, Invenção, Sem categoria, Sustentabilidade, Tecnologia|0 Comentários

Sobre o Autor:

A ECO Educacional foi criada em 2006 com o objetivo de desenvolver e fornecer equipamentos didáticos e periféricos, implantar infraestrutura em laboratórios e realizar cursos laboratoriais.

Atuamos em instituições privadas ou públicas de ensino técnico ou superior que ministrem disciplinas experimentais, laboratórios e centros de pesquisa.

Deixe um Comentário