No dia 07 de Setembro comemoramos a Independência do Brasil, e quando falamos desse episódio nos vem à mente a famosa pintura “Independência ou Morte”, onde Dom Pedro I, aparece com sua tropa, às margens do Ipiranga, proclamando a Independência do Brasil. Mas será que tudo ocorreu como retratado ali?

Veja a seguir algumas curiosidades sobre essa data.

– A Independência ocorreu no dia 7 de setembro de 1822, mas o pintor Pedro Américo, nem havia nascido ainda. Seu quadro mais famoso foi produzido em Florença, na Itália, em 1888 sob encomenda da Corte. O que até hoje gera discussão sobre os elementos apresentados na obra.

– Na obra, Dom Pedro e sua tropa aparecem montados sobre cavalos, porém, na época, eram usados mulas e jumentos, por se tratarem de animais mais resistentes à longas viagens, fora isso, especula-se que a tropa que o acompanhava era reduzida;

– Segundo historiadores, na volta de uma longa viagem, Dom Pedro sentiu um mal-estar e parou no alto de uma colina, perto de um riacho, para se recuperar e dali declarou a independência;

– Com a intenção de recolocar o Brasil na condição de colônia, Portugal queria que Dom Pedro retornasse. Para convencê-lo a ficar, lhe foi entregue um documento com milhares de assinaturas pedindo sua permanência. Atendendo a esses pedidos, foi então, no dia 9 de janeiro de 1822, que Dom Pedro declarou “Se é para o bem de todos, e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico. ”, a data, desde então é conhecida como o Dia do Fico.

– Portugal exigiu do Brasil 2 milhões de libras esterlinas para reconhecer a independência, e até 1823 os dois países travaram uma batalha que resultou em muitas mortes.

– Após Dom Pedro se recusar a voltar para Portugal, o país tinha a intenção de dar um golpe e invadir o Brasil. Sabendo disso, Maria Leopoldina, esposa de Dom Pedro, o alertou para que agisse rapidamente.

Viu como ainda há muito para descobrir sobre a história do nosso país? Sabe de mais alguma curiosidade? Conta pra gente!