/, Sem categoria/Como surgiu o Dia de Tiradentes?

Como surgiu o Dia de Tiradentes?

No dia 21 de abril o Brasil homenageia um dos maiores nomes da nossa História: Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. Importante membro de Inconfidência Mineira e que foi enforcado e esquartejado nessa data, no ano de 1792, com a luta de conseguir a nossa independência em relação a Portugal.

No século 18, acontecia uma escassez do ouro e muitos mineiros cessaram o pagamento do quinto. Mas o Rei de Portugal criou a “Derrama”, obrigando que fossem pagos todos os impostos atrasados. A partir daí, deu-se uma revolta, que ficou conhecida como a Inconfidência Mineira, que tinha como propósito a independência de Minas Gerais. Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, era um dos líderes desta revolta, sendo um dos únicos pobres do movimento. Ele era um simples alferes (cargo militar semelhante ao de tenente), e que tinha esse apelido por exercer também o ofício de dentista.

Um dos mais envolvidos no movimento, era o que saia nas ruas procurando conquistar a adesão do povo no movimento. Esse envolvimento e sua classe social acabaram resultando em sua pena. Quando a revolta dos mineradores foi descoberta pelo governador, a Derrama foi suspensa e foi ordenado que os líderes desta revolta fossem presos. Durante o julgamento, todos os que tinham posses conseguiram escapar da pena máxima, trocando-a pela prisão ou pelo exílio. Tiradentes, entretanto, acabou sendo condenado à morte e ao esquartejamento, para que partes de seu corpo ficassem expostas ao público, de modo a desencorajar outras tentativas de rebelião.

Muitos anos após a morte de Tiradentes, ele foi reconhecido como um grande herói do início da história da Independência do Brasil, e mais de 150 anos depois foi decretado como feriado nacional o dia 21 de abril como o dia de Tiradentes.

FONTE

Por |2017-10-01T23:14:31+00:00abril 21st, 2016|Educação, Sem categoria|0 Comentários

Sobre o Autor:

A ECO Educacional foi criada em 2006 com o objetivo de desenvolver e fornecer equipamentos didáticos e periféricos, implantar infraestrutura em laboratórios e realizar cursos laboratoriais. Atuamos em instituições privadas ou públicas de ensino técnico ou superior que ministrem disciplinas experimentais, laboratórios e centros de pesquisa.

Deixe um Comentário