/, Educação, Inovação, Sem categoria/Estudantes inventam sistema que obriga motociclista a usar capacete

Estudantes inventam sistema que obriga motociclista a usar capacete

No interior da Bahia, dois estudantes inventaram um sistema que pode proteger a vida de milhões de jovens.

“Meu nome é Marcelo Oliveira, tenho 16 anos, morador da cidade de Conceição do Coité, a 200 quilômetros de Salvador”, se apresenta o estudante.

“E eu sou Poliana Mascarenhas de Abreu, também moro na cidade e eu sempre vi pessoas andando de moto sem o capacete. Isso nunca nos incomodou, até que um colega da gente sofreu um acidente de moto. Ele estava sem o capacete, então ele passou seis dias em coma e ficou internado por muito tempo. Foi aí que a gente realmente decidiu que a gente tinha que fazer alguma coisa para mudar essa realidade”, conta a jovem.

Foi então que os dois alunos do Ensino Médio num colégio da rede pública decidiram pesquisar na internet como funciona a ignição de uma moto. Daí para tirar a ideia do papel, foi um pulo. Os dois só precisavam de um lugar que pudesse servir como laboratório e aí o colégio deu uma forcinha, emprestou a sala de artes.

Marcelo e Poliana passaram uma semana lá dentro soldando circuitos, juntando as peças, para criar uma espécie de capacete inteligente. Eles gastaram apenas R$ 120 para desenvolver essa tecnologia. Um transmissor no capacete envia um sinal de rádio para o receptor adaptado na ignição. A moto só liga se a cabeça estiver pressionando o botão que fica escondido por baixo da espuma.

Jornal Nacional: E o que acontece se você tirar o capacete com a moto ligada?
Marcelo Oliveira: Ela vai interromper.
Jornal Nacional: Interrompeu porque deixou de acionar o botão.
Marcelo Oliveira: Isso, o botão é a causa de tudo aqui. Ele deve permanecer ativado, pressionado para enviar a transmissão para o projeto permitindo que a moto possa permanecer ligada.

A invenção já fez sucesso numa exposição em Fortaleza e agora vai ser apresentada em outras capitais.

“Interessante. Deveria ser assim para todos os motoqueiros, os irresponsáveis que gostam de andar sem capacete. É legal, gostei da invenção”, disse Edvaldo Conceição, motoboy.

“O sonho da gente é ver ela funcionando, salvando vidas já nas ruas, o povo usando e se conscientizando cada vez mais da importância do uso do capacete”, afirmou Poliana Mascarenhas, estudante.

Veja o vídeo desta reportagem no link original do Jornal Nacional

Por | 2015-10-09T13:09:23+00:00 outubro 9th, 2015|Ciência, Educação, Inovação, Sem categoria|0 Comentários

Sobre o Autor:

A ECO Educacional foi criada em 2006 com o objetivo de desenvolver e fornecer equipamentos didáticos e periféricos, implantar infraestrutura em laboratórios e realizar cursos laboratoriais.Atuamos em instituições privadas ou públicas de ensino técnico ou superior que ministrem disciplinas experimentais, laboratórios e centros de pesquisa.

Deixe um Comentário