Três engenheiras chilenas descobriram como utilizar a energia das plantas para recarregar celulares!

As engenheiras chilenas e colegas de universidade Carolina Guerrero, Camila Rupcich e Evelyn Aravena desenvolveram um dispositivo simples: basta enterrar o carregador na terra e pronto. Batizado de E-Kaia, o carregador é um biocircuito que captura a energia residual das plantas resultante da fotossíntese e a converte em energia elétrica (ele gera 5 volts e 600 miliamperes!).

As criadoras não revelam muitos detalhes sobre o novo produto, que ainda está em processo de registro de patente, mas sabe-se que ele é único no mundo.

A eficiência do E-Kaia já foi confirmada e o produto ganhou prêmios de tecnologia inovadora. Ao contrário do que se possa pensar, sua capacidade de carga é bastante rápida quando comparado com a eletricidade convencional, já que em apenas uma hora e meia pode deixar o celular totalmente carregado. O carregador pode também ser utilizado em outros dispositivos como DVD, alto-falantes e tablets, desde  que possam ser conectados a uma porta USB.

Sustentável e inovador

A invenção do E-Kaia levou seis anos de trabalho das engenheiras e ganhou prêmios como o Jump UC e o Prêmio Nacional de Inovação 2014 Avonni, pela solução inovadora e sustentável.

O E-Kaia não é só resolve o problema para quem não tem uma tomada à mão, mas também poderá vir a ser uma grande solução de abastecimento elétrico e eletrônica para áreas com acesso limitado à energia.

“O Chile é um país com uma grande demanda energética, muito por conta de suas dificuldades naturais, então, a partir desse ponto de vista, nosso produto é uma boa alternativa”, destacou Carolina. “Soube que há mais pesquisas sobre como obter energia dos vegetais, o que pode resultar na criação de um dispositivo mais potente no futuro”, acrescentou a engenheira.

O vídeo abaixo mostra um pouco mais sobre como o dispositivo funciona: