/, Sem categoria/11 gênios e inventores que foram subestimados e rejeitados antes de alcançar o sucesso

11 gênios e inventores que foram subestimados e rejeitados antes de alcançar o sucesso

Eles já foram chamados de “burros”, “medíocres”, “loucos”, “sonhadores” … foram rebaixados, apontados como incapacitados.
Mas hoje fazem parte da história e suas descobertas e invenções mudaram o nosso mundo. Persistir e não dar ouvidos à tudo que falam pode ser o caminho para vitória. Veja…

11 e 10. Sergey Brin e Larry Page

google-larry-page-sergey-brin-1

Em 1998, os fundadores da Google, Sergey Brin e Larry Page, fizeram contato com o Yahoo e sugeriram uma fusão. O negócio não foi para a frente, pois os donos do Yahoo sugeriram que eles continuassem trabalhando no seu “projeto de doutorado” e voltassem a fazer contato mais tarde. 10 anos depois, a marca Google é uma das mais valiosas do mundo.

9. John Creasey

john-creasey

“É impossível vender histórias de animais nos Estados Unidos.” (frase de rejeição de um editor ao manuscrito de “A Revolução dos Bichos”, de George Orwell)
Todos que chegaram ao topo tiveram que suportar rejeições. O mais espantoso número de rejeições é, provavelmente, o caso de John Creasey, o mais popular escritor britânico de romances policiais. Foram 743 rejeições antes de conseguir publicar o primeiro de seus 562 livros, entre os quais dezenas de best-sellers. Não resta dúvidas diante de um numero tão expressivo que foram 743 enganos e 743 pessoas certamente muito tristes depois do sucesso do escritor.

8. Henry Ford

henry-ford

Parecia não haver futuro para os automóveis do início do século 20: eram caros, difíceis de dirigir e de fazer funcionar. Até que Henry Ford criou a fábrica moderna e um carro simples, acessível e fácil de usar. Lançado em 1908, a 850 dólares cada, o Modelo T foi um sucesso e foram vendidos 15 milhões em cerca de 20 anos. Ao contrário dos outros modelos, não eram brinquedos quase artesanais para os ricos se exibirem e sim um produto em série para usar todos os dias. Henry Ford fracassou e foi à falência cinco vezes antes de, finalmente, ser bem-sucedido. Na verdade , durante toda seu percurso entre suas constantes quedas até atingir sua ascensão Ford foi vitima de críticos que diziam que NUNCA o homem substituiria os cavalos por maquinas. Certamente eles estavam “certíssimos”
7. Alexander Graham Bell

alexander_graham_bell_500px

Alexander Graham Bell é o pai do Telefone. Graham Bell ofereceu os direitos de produzir o seu telefone por US$100 mil ao presidente da Western Union, Carl Orton, este respondeu: “Que espécie de uso esta empresa poderia fazer de um brinquedo elétrico?”

6. Ludwig van Beethoven

beethoven

Ludwig van Beethove é considerado um dos pilares da música ocidental, pelo incontestável desenvolvimento, tanto da linguagem, como do conteúdo musical demonstrado nas suas obras, permanecendo como um dos compositores mais respeitados e mais influentes de todos os tempos.
Beethoven era desajeitado com o violino e preferia tocar suas próprias composições em vez de melhorar sua técnica. Seu professor se irritava com esse comportamento e o considerava um fracasso como compositor. Isso é certamente uma lição: não devemos dar ouvidos à tudo que dizem!

5. Charles Darwin

charles_darwin_l

Quem não conhece o famoso criador da Teoria da Evolução? Charles Darwin, pai da Teoria da Evolução, desistiu da carreira médica e ouviu de seu pai: “Você só liga para caça e cachorros.” Em sua biografia, Darwin escreveu: “Eu era considerado por todos os meus mestres e por meu pai um garoto comum, intelectualmente bem abaixo do padrão médio.”
O homem luta contra a mudança e a Teoria da Evolução é uma das principais fontes da revolução do pensamento do seu século, principalmente porque incide em uma assunto do qual todos sabemos o quão delicado é: Religião. Apesar do brilhantismo, Darwin acabou sendo vitima da sua própria criação sendo rejeitado por amigos e familiares que presos aos conceitos retrógrados da sociedade não poderiam conceber suas idéias.

4. Thomas Edison

thomas-edison

Um dos maiores inventores que o mundo conheceu, Thomas Edison , registrando durante sua vida mais de 1000 patentes (agora você percebe porque Homer Simpson passou tanto trabalho ao tentar se igualar ao mesmo). Edison não apenas mudou o mundo em que vivia, suas invenções ajudaram a criar outro muito diferente: este em que vivemos hoje! Entre as suas contribuições mais universais para o desenvolvimento tecnológico e científico encontra-se a lâmpada elétrica incandescente, o gramofone, o cinescópio ou cinetoscópio, o ditafone e o microfone de grânulos de carvão para o telefone. Edison é um dos precursores da revolução tecnológica do século XX. Teve também um papel determinante na indústria do cinema.
E você acha que antes de obter o sucesso, ele era reconhecido como uma pessoa inteligentíssima? Para se ter idéia, os professores de Thomas Edison disseram que ele era burro demais para aprender qualquer coisa. E tem mais: quando Edison apresentava seus projetos sempre aparecia um “espertinho” para duvidar e dizer que não daria certo. Porém isso nunca o fez desistir e demonstrar a todos quem é que estava com a razão.
3. Nikolas Tesla

Nikola Tesla

Talvez o mais genial de todos os que compõem a lista, Nikolas Teslas foi um inventor nos campos da engenharia mecânica e eletrotécnica, de etnia sérvia nascido na aldeia de Smiljan,Vojna Krajina, na Croácia. As patentes de Tesla e o seu trabalho teórico formam as bases dos modernos sistemas de potência elétrica em corrente alterna (AC), incluindo os sistemas de distribuição de energia multifásicos e o motor AC, com os quais ajudou na introdução da Segunda Revolução Industrial.
Teslas era descrito como um ser misterioso. Completamente anti-social, Teslas estudava muito (dizem que passava mais de 11 horas por dia estudando). O resultado não poderia ser outro senão uma das mentes mais brilhantes de todos os tempos. Tão brilhante que algumas das suas invenções são um mistério para nossa ciência atual, inspirando várias lendas e conspirações como o famoso evento de Tunguska e o terrível “Raio da Morte”.(J.P. Morgan que o diga…)
No entanto, o que a história nos ensina é que, nos homens nunca aprendemos com a nossa própria história. Teslas foi considerado louco pela sociedade e foi subestimado pelo próprio Edison (que ironia) que disse que a Corrente Alternada nunca funcionaria e fez o possível para desacreditar o mesmo perante o meio cientifico. No final, Edison não obteve êxito e o sistema polifásico de Tesla foi adotado.

2. Louis Pasteur

pasteur

Louis Pasteur foi um dos maiores cientistas da história, sendo lembrado por suas notáveis descobertas das causas e prevenções de doenças. Suas descobertas reduziram a mortalidade de febre puerperal, e ele criou a primeira vacina para a raiva. Seus experimentos deram fundamento para a teoria microbiológica da doença. Foi mais conhecido do público em geral por inventar um método para impedir que leite e vinho causem doenças, um processo que veio a ser chamado pasteurização. Ele é considerado um dos três principais fundadores do microbiologia, juntamente com Ferdinand Cohne Robert Koch. Pasteur também fez muitas descobertas no campo da química, principalmente a base molecular para o assimetria de certos cristais.
Entretanto se engana quem pensa que Pasteur era considerado um gênio em sua época. Em 1842 obteve o bacharelado em ciências, em Besançon, sendo-lhe atribuída a nota de “medíocre” em química. Isso mesmo, “medíocre”! Entre os 22 alunos de química, ele foi o décimo quinto. Suas idéias e pensamentos avançados sobre assuntos que a maioria desconhecia (mesmo porque ele que elaborou os fundamentos) eram considerados tolices por seus superiores e colegas.

1. Albert Einsten

einstein

Albert Einstein, o mais célebre cientista do século 20, foi o físico que propôs a teoria da relatividade. Ganhou o Prêmio Nobel de física de 1921. Einstein tornou-se famoso mundialmente, um sinônimo de inteligência. Suas descobertas provocaram uma verdadeira revolução do pensamento humano, com interpretações filosóficas das mais diversas tendências.
Muitos conhecem o gênio, porém poucos conhecem a sua história e a dificuldade no seu caminho. Einsten apresentava dificuldades na fala, conseguindo falar pela primeira vez aos quatro anos de idade. Seu professor o descreveu como “mentalmente lento, não-sociável e sempre perdido em seus sonhos.” Foi expulso da escola e recusado na Escola Politécnica de Zurique. Era um “caso perdido” segundo seus mestres. Antes da comprovação da sua Teoria em 1919, Einsten era dito no meio cientifico como sonhador.

via

Por |2017-08-29T15:35:19+00:00agosto 5th, 2015|Inovação, Sem categoria|0 Comentários

Sobre o Autor:

A ECO Educacional foi criada em 2006 com o objetivo de desenvolver e fornecer equipamentos didáticos e periféricos, implantar infraestrutura em laboratórios e realizar cursos laboratoriais. Atuamos em instituições privadas ou públicas de ensino técnico ou superior que ministrem disciplinas experimentais, laboratórios e centros de pesquisa.

Deixe um Comentário